Categorias
Cotidiano

IDT promove mutirão com vagas de emprego para pessoas com deficiência

O Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT), por meio da Unidade do Sine no Centro de Formação e Inclusão Social pelo Trabalho (Cefit), realizará o Mutirão da Inclusão nesta sexta-feira (27), de 8h às 13h, em alusão ao Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência (21/09).

Por meio do evento, serão ofertadas vagas de emprego, em diversos setores, para os profissionais com deficiência, tais como empacotador, auxiliar administrativo, motorista, auxiliar de contabilidade, promotor de vendas, operador de caixa, fiscal de prevenção de perdas, auxiliar de serviços gerais, auxiliar de limpeza, repositor, auxiliar de expedição, entre outras.

No Ceará, em 2018, foram inseridos por meio do Sine/IDT 2.154 trabalhadores com deficiência, representando o estado de maior inserção na região Nordeste.

Inclusão de pessoas com deficiência

No Ceará, existem 2,3 milhões de pessoas com deficiência, 27,69% da população estadual, segundo o Censo Demográfico de 2010. Nos demais estados, esta proporção variou entre 21,31% e 27,86% e, no Brasil, chegou a 23,92%.

Apesar de a elevação das pessoas com deficiência empregadas representarem somente 1% do estoque de empregos formais do País, no Ceará, o número de pessoas com deficiência empregadas formalmente passou de 14.513, em 2016, para 15.037, em 2017.

Serviço:

Mutirão da Inclusão

Data: 27 de setembro (sexta-feira)

Horário: De 8h às 13 horas

Local: Unidade do Cefit – Rua Valdetário Mota, 970, bairro Papicu

Categorias
Interior

Beto Almeida se mostra confiante com adesão dos parlamentares em contribuir com manutenção dos Sines no Interior

Deputados estaduais cearenses se articulam para evitar o fechamento de 14 agências do Sine/IDT no Interior do Estado. O assunto ganhou destaque no Bate Papo Político desta quarta-feira (22), entre os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida, que pontuaram a importância das agências para a geração de trabalho nos municípios do Interior.

O fechamento dos Sines também entrou na pauta da Assembleia Legislativa do Ceará nessa terça-feira, onde os deputados estaduais Heitor Férrer (SD) e Agenor Neto (MDB) lamentaram o fechamento dos Sines e sugeriram investimentos na área. Agenor chegou a dizer que a situação “é um desastre para os jovens que buscam entrar no mercado“.

Os fechamentos, segundo o jornalista Beto Almeida, significa dizer ‘demissões’. Beto lembrou da fala do deputado Elmano de Freitas (PT), que sugeriu que o governo estadual invista R$ 4 milhões, dinheiro que seria destinado ao pagamento de direitos trabalhistas na demissão dos funcionários, à manutenção dos Sines.

Apoio dos demais deputados

O deputado Agenor Neto começou, ainda na sessão dessa terça, a pegar assinaturas dos demais deputados para que destinassem R$ 50.000 – 5% do valor total de R$ 1 milhão que cada deputado tem direito anualmente – às unidades do Sine no Interior. Para Beto Almeida, todos os deputados “irão fazer isso”. O valor total chegaria a R$ 6,6 milhões.

Acompanhe a análise completa no player abaixo: