Categorias
Cidade Destaque3

Após demolição de prédio na Maraponga, construtora é multada por descarte irregular do entulho

Responsáveis pela demolição do prédio que encontrava-se em inclinado e prestes a desabar na Maraponga, a construtora e transportadora foram multadas pela Agência Fiscalizadora de Fortaleza (Agefis) em R$ 24 mil reais pelo descarte irregular dos resíduos da obra.

A multa ocorre em decorrência das irregularidades constatadas durante fiscalização do Plano de Gerenciamento de Resíduos para Construção Civil (PGRCC) para a demolição do prédio. O documento previa o envio dos entulhos para uma usina de reciclagem em Arquiraz, mas a Agefis constatou que o descarte estava sendo feito em um terreno baldio no bairro Mondubim.

Em razão disso, a construtora foi multada em R$ 2.601,51. Já a transportadora contratada para o transporte e o descarte do material foi autuada por descartar resíduos sólidos em um volume superior a 2 m³ no local não autorizado. Para a transportadora, a multa ficou no valor de R$ 21.679,38.