Categorias
Interior

Insuficiência de vacinas antirrábicas preocupa moradores de Juazeiro do Norte

Município com quase 260 mil habitantes, Juazeiro do Norte está com estoque insatisfatório da vacina antirrábica humana. Segundo a coordenadoria de Imunização do Município as doses atuais “não estão suprindo 100% da demanda”. A imunização é imprescindível para casos em que a pessoa é mordida por animais com raiva.

A solução adotada pelo setor de Imunização da cidade tem sido racionalizar a distribuição dos imunobiológicos. Somente após realização de um diagnóstico preciso, as vacinas são aplicadas, a fim de que haja o menor número possível de desperdício. O limitado número de vacinas, em Juazeiro do Norte, motivou o Ministério Público Federal a instaurar inquérito para apurar o desabastecimento na cidade no ano passado.

Causas

Os registros apontam que a redução na quantidade da oferta da vacinação em Juazeiro do Norte começou em 2017. No ano posterior, após avaliação da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, foi detectado a necessidade de se adquirir 2,6 milhões de doses da vacina par atender a demanda do Brasil. Entretanto, as consultas com laboratórios não foram produtivas e só foi possível firmar contrato com o Instituto Butantan para o fornecimento de 1,3 milhão de doses da vacina.

Por sua vez, o Ministério da Saúde informou que, enquanto o impasse com o laboratório não é resolvido, os municípios que tiverem confirmação de casos de raiva em animais recebem as doses normalmente.