Categorias
Saúde Camila Maciel

Mitos e verdades sobre varizes: genética e alimentação são fatores de risco?

As varizes possuem vários fatores de risco. Os mais conhecidos são o sedentarismo, obesidade, gravidez e o uso de anticoncepcionais. É preciso lembrar que as varizes são hereditárias. A carga genética de cada pessoa é a causa determinante. Filhos de pessoas com varizes têm maior probabilidade de desenvolver a doença ao longo da vida. Isso é válido tanto para mulheres, quanto para os homens.

No entanto, há quem pense que os hábitos alimentares também influenciam no surgimento dos vasinhos tortuosos. E isso não é verdade. O sobrepeso, na verdade, é um dos principais vilões.

“Quando há sobrepeso, o maior volume abdominal faz com que haja um aumento na pressão dos membros inferiores, dificultando o retorno venoso”, destaca o angiologista cirurgião Vascular Vicente Freire, membro da Sociedade Brasileira e de Cirurgia Vascular, SBACV-Ce.

Prevenção

Como prevenir as varizes?

Inicialmente, saia do sedentarismo. Faça caminhadas que auxilie o fortalecimento da musculatura. Os exercícios funcionam como uma espécie de bomba muscular, impulsionando o sangue do abdome e, evitando assim, o refluxo e trabalhado para o retorno venoso adequado. Quanto mais cedo o diagnóstico, maior as chances de conviver com mais tranquilidade com as varizes.

Ah, pense também em regrar sua alimentação. Uma dieta balanceada, especialmente com alimentos antioxidantes, ajudam a proteger as paredes venosas. Frutas vermelhas como morango, ameixa, framboesa, além das ricas em vitamina C (laranja, acerola, kiwi), melancia e tomate são ótimas aliadas.

Outra boa dica

ingerir potássio. Onde encontramos a substância? Na banana. Alguns alimentos também têm concentrações excelentes, especialmente damasco, abacate, melão e na beterraba.

Evite também o sal em excesso. Sabemos que ele contribui muito para a formação dos edemas (retenção de líquido) e, consequentemente, para o inchaço dos membros.

Substituí-lo por especiarias na hora de temperar a comida pode ser uma boa opção para você.