Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Com a renúncia do senador afastado Aécio Neves, a bancada do PSDB na Câmara decidiu indicar o nome do deputado Carlos Sampaio para assumir interinamente a presidência do partido. O mandato será tampão. Ao assumir ele convoca eleição e o senador Tasso Jereissati deve ser o eleito pelo partido para comandar a legenda.

Aécio deve entregar a carta de renúncia nas próximas horas. Aécio foi afastado do mandato pelo STF e teve endereços vasculhados pela Polícia Federal. Ele é acusado de pedir propina ao empresário Joesley Batista, investigado na Lava Jato.

Jereissati passa a ser um dos nomes mais cotados a assumir a legenda, pois conta com o apoio da maioria dos senadores da legenda. Já a bancada da Câmara defende que Carlos Sampaio seja mantido no cargo.

Os tucanos discutem a possibilidade da legenda ir além do rompimento com o governo e pedir o afastamento de Temer. Outro ponto a ser apoiado é a defesa de eleições diretas para cumprir o mandato ‘tampão’ de Temer até a eleição de 2018.