Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Após a cassação dos mandatos dos prefeitos de Tauá e Uruburetama, agora, sob nova direção, os municípios apresentam melhorias com mais estabilidade, menos inadimplência e organização das contas públicas.

O assunto ganhou destaque no Bate Papo Político do Jornal Alerta Geral com os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida, nesta terça-feira (10).

+ Bate Papo: Beto Almeida classifica como “Pá de cal” decisão da justiça que mantém prefeito afastado em Tauá

Agora sob o comando de Artur Nery, vice do prefeito afastado de Uruburetama, José Hilson de Paiva, acusado pelo crime de assédio sexual, o município tem se transformado, como declarou o deputado estadual Romeu Aldigueri na Assembleia Legislativa.

De acordo com o deputado, Artur Nery, empossado no cargo de prefeito no dia 16 de julho de 2019, conseguiu, em apenas oito meses, tirar o Município de Uruburetama da inadimplência, colocar em dia os salários dos servidores e pagar os fornecedores de serviços e obras.

+ Romeu destaca mudanças em Uruburetama e absolvição de prefeito e filho em denúncia de extorsão

Já em Tauá, após Fred Rêgo assumir o comando da administração pública, foram derrubadas inadimplências que impediam a Prefeitura de assinar convênios e receber recursos dos Governos Estadual e Federal.

Fred Rêgo assumiu o cargo após a cassação do mandato de Carlos Windson, em setembro de 2018. O então prefeito entrou com ação contra à decisão da Câmara de Vereadores visando o retorno ao cargo, porém, nessa segunda-feira (9) o pedido foi rejeitado, por unanimidade, pela 3ª Turma de Direito Público do Tribunal de Justiça

+Justiça rejeita ação e prefeito cassado de Tauá, Carlos Windson, não volta ao cargo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp