Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, através das suas redes sociais afirmou nesta quinta-feira (9) que a prefeitura irá incluir mototaxistas, taxistas e motoristas de aplicativos, categorias prejudicadas pela pandemia do novo coronavírus, no projeto Segurança Familiar, que destinará cestas básicas aos cadastrados. Serão beneficiados mais de 14 mil profissionais.

Ao todo, segundo o prefeito, serão contemplados, no período de dois meses, 7.800 motoristas de aplicativos, 5.099 taxistas e 1.518 mototaxistas. A entrega das cestas básicas inicia a partir do dia 20 de abril.

Segundo Roberto Cláudio, os profissionais beneficiados foram definidos após diálogos com associações e as plataformas de aplicativos, considerando que quem trabalha mais de 30 horas por semana, com um acumulado médio de 120 horas por mês, são motoristas exclusivos de aplicativos.

Atendendo a um pedido do Sindicato dos Taxistas Ceará (Sinditáxi), Roberto Cláudio ainda anunciou que o órgão vai suspender as vistorias nos táxis por um período de dois meses.

“A gente não vai cobrar e nem realizar vistorias neste período de pelo menos dois meses, os meses de abril e maio, e iremos reavaliar no mês de junho”, garantiu.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp