Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O presidente Michel Temer afirmou nessa terça-feira que não descarta que o Governo Federal possa decretar novas intervenções federais em Estados, na linha do que ele determinou há dez dias na área de Segurança Pública do Rio de Janeiro.

Em rápida entrevista coletiva após a cerimônia de posse de Raul Jungmann no novo Ministério Extraordinário da Segurança Pública, Temer disse que na quinta vai reunir o novo titular da pasta e governadores de Estado e deixou em aberto a possibilidade de outras ações federais na área de segurança pública em unidades da federação.

Aliado de Temer, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), afirmou não haver qualquer necessidade de se fazer uma intervenção na área de Segurança no Ceará. Para ele, uma medida dessa natureza seria “demagogia eleitoral” de alguns. “A situação no Ceará está absolutamente sob controle”, disse o senador pelo Ceará.