Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Termina nesta segunda-feira (dia 16) o prazo para os trabalhadores que tiveram seus auxílios emergenciais ainda de R$ 600 cancelados — por indícios de irregularidades — contestarem a decisão do governo. O procedimento pode ser feitosite da Dataprev, inclusive pelas mães chefes de família (que têm direito à cota dobrada de R$ 1.200).

Esses benefícios foram cortados por indicação da Controladoria-Geral da União (CGU) ou do Tribunal de Contas da União (TCU). Esses órgãos levantaram suspeitas sobre esses pagamentos.

Segundo o Ministério da Cidadania, a contestação deve ser feita somente pela internet. Ninguém deve procurar as agências da Caixa Econômica Federal, as casas lotéricas ou as unidades de atendimento do Cadastro Único para pedir a revisão do cancelamento.

Os cancelamentos foram feitos porque os órgãos de controle do governo federal cruzaram informações de diferentes bancos de dados, identificando incompatibilidades para o recebimento do benefício.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp