Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O secretário de Estado dos Estados Unidos (EUA), Rex Tillerson, afirmou nesta segunda-feira (22) que este é o momento adequado para aproximar israelenses e palestinos, e que a vontade do presidente Donald Trump é colocar os dois à mesa de negociações. A informação é da Agência EFE.

“Parece que é um bom momento. Temos a oportunidade de fazer avançar as discussões de paz entre israelenses e palestinos”, declarou Tillerson aos jornalistas durante o voo entre Riad e Tel Aviv, acrescentando que a ideia de aproximar ambos “vai ser um elemento importante da visita” presidencial. “É realmente o que o presidente está tentando destacar com esta viagem”, disse.

Tillerson informou que Trump perguntará a palestinos e israelenses se estão prontos “para se comprometer de maneira séria também”, porque ele “já expressou a vontade de fazer esforços pessoais para isso”.

Há quatro dias, Washington anunciou que suspendia a ideia de mudar a embaixada do seu país de Tel Aviv para Jerusalém, como prometeu Trump durante a campanha eleitoral. Uma fonte da Casa Branca lembrou que o presidente “deixou claro que quer mudá-la, mas só em um contexto de mais avanços para uma soluçãoda disputa entre Israel e os palestinos”.

Tillerson evitou a controvérsia e, ao ser perguntado se compartilhava a opinião da embaixadora dos EUA na ONU, Nikki Haley, de que o Muro das Lamentaçâos (situado no território palestino ocupado do Jerusalém leste) está em Israel, respondeu: “O muro está em Jerusalém”.