Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Magistrados e servidores do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) se mobilizaram e arrecadaram 148,5 kg de leite que beneficiarão as crianças atendidas pelo Instituto da Primeira Infância (Iprede), em Fortaleza. Quem trafegou pelo Palácio da Justiça nos últimos dias, pôde observar caixas personalizadas da campanha.

“Quem doou o material, não depositou apenas alimento, mas esperança para aqueles que precisam”, descreveu o chefe da Assessoria de Cerimonial do Tribunal, Silvio de Paiva Ribeiro, que representou o presidente do Judiciário cearense, desembargador Gladyson Pontes, durante a entrega do leite, que ocorreu nessa segunda-feira (16), na sede do Iprede.

Para o assessor, a iniciativa representa “gesto de solidariedade e de amor ao próximo. Nessas atitudes também promovemos Justiça”, acrescentou.

O presidente do Instituto, Sulivan Mota, ressaltou a importância da atitude. “Isso reflete que a sociedade está enxergando o trabalho do Iprede, no sentindo não só de receber ajuda, mas em uma demonstração de Justiça. Ficamos muito gratos com esse olhar do Judiciário.”

A chegada do leite trouxe para Lidia Nascimento (34 anos e mãe de três crianças) alívio e confiança por saber que a filha mais nova (5 anos), que faz tratamento no Instituto, terá alimento garantido por mais uma semana. “Meus três filhos foram atendidos pelo Iprede. Os outros dois já saíram da faixa etária, mas a caçula ainda é atendida. Sou muito grata porque essa instituição me ajudou e continua ajudando a alimentar os meus filhos.”

O Iprede, fundado em 1986, é dedicado a promover a nutrição e o desenvolvimento na primeira infância. Em paralelo, promove ações de fortalecimento das mulheres e de inclusão social de famílias que vivem em situação de vulnerabilidade social. Está localizada na rua Professor Carlos Lobo, 15, bairro Cidades dos Funcionários. As doações podem ser feitas a qualquer momento. O telefone para contato é 85 – 3218-4000.

 

Com informação do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará