Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O peso da máquina administrativa, com o permanente aumento de despesas e a queda nas receitas, está forçando o Governo Federal a buscar uma solução que gera revolta a milhões de brasileiros: o aumento da carga de tributária. Hoje, os trabalhadores e empresas são castigados com altos impostos, mas, mesmo assim, ainda representam a fonte de recursos para o Governo Federal bancar as contas que estão sempre descontroladas. O Ministro da Fazenda, Henrique Meireles, admitiu, nessa terça-feira, ao serem divulgadas as informações sobre a estagnação da economia, a possibilidade de aumento de impostos. Uma péssima notícia para quem já carrega o peso de, a cada dia, pagar uma alta carga de impostos sem ter a certeza da transformação desse dinheiro em obras e serviços para os brasileiros. Em meio a crise econômica que ainda se arrasta, fechando lojas e empresas, deixando milhões de desempregados, o ministro da Fazenda ainda mandou outro duro recado: ou se faz a reforma da previdência social, ou o País quebra. A frase do Ministro Henrique Meireles é uma tentativa de sensibilizar os deputados federais e senadores aliados ao Governo Federal para aprovar, sem meio termo, as mudanças nas regras da aposentadoria. São regras duras, mas consideradas necessárias pelo Governo Federal. Quanto à elevação da carga tributária, é mais um golpe no bolso dos brasileiros e um castigo para quem vive no sufoco para pagar impostos. Confira o editorial completo no player abaixo:

EDITORIAL 08.03