Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Vara de Delitos de Organizações Criminosas, criada, nessa quinta-feira, 1º, pelo Tribunal de Justiça do Ceará, começará a funcionar com, pelo menos, 1.500 processos. O presidente do Poder Judiciário, desembargador Gladyson Pontes, encaminhou à Assembleia Legislativa o projeto que disciplina a criação e funcionamento da Vara de Delitos de Organizações Criminosas. O projeto entrará em discussão na próxima semana e será votado em regime de urgência.

O calendário do Tribunal de Justiça ainda não tem a data definida para o início dos trabalhos na Vara de Delitos de Organizações Criminosas. A Vara, com  jurisdição em todo o território estadual, será composta por três ou cinco juízes que a irão compor por critérios de promoção e remoção.

O presidente da Assembleia Legislativa, José Albuquerque (PDT), assumiu o compromisso com o Governador Camilo Santana e a cúpula do Tribunal de Justiça para priorizar a votação da mensagem sobre a Vara de Delitos de Organizações Criminosas. A medida faz parte de um conjunto de ações para tentar inibir o avanço das facções criminosas após a chacina do último sábado, no Bairro Cajazeiras, em Fortaleza, quando 14 pessoas foram assassinadas.

A chacina acendeu uma luz vermelha na área de segurança pública e o governador Camilo Santana, em uma articulação do Presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira, conseguiu, na última terça-feira, ser recebido pelo presidente da República, Michel Temer, que prometeu ajuda do Governo Federal para as ações de combate à violência no Ceará.

Os presidentes da Assembleia Legislativa, José Albuquerque, e do Tribunal de Justiça, Gladyson Pontes, também, participaram da audiência com Michel Temer. O encontro marcou mais uma etapa da mobilização dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário do Ceará, com o apoio do Governo Federal, para novas medidas de combate á atuação do crime organizado. Uma das medidas, dentro dessas articulações, é a criação Vara de Delitos de Organizações Criminosas.

Para saber mais sobre esse assuntoe ouvi-la na íntegra, é só clicar no link abaixo:
Bate Papo Político destaca silêncio de Moroni Torgan sobre situação da Segurança Pública no Ceará