Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Entre janeiro e março de 2021, a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil irão pagar as parcelas do abono do PIS/Pasep para trabalhadores com direito ao beneficio. Só em janeiro, cerca de 277 mil trabalhadores devem receber o abono salarial do Pasep e mais de 1 milhão de trabalhadores devem receber o recurso entre fevereiro e março.

Na Caixa, que é responsável pelo PIS a quem é da iniciativa provida, o pagamento é feito conforme o mês de aniversário. Já no Banco do Brasil, que quita o Pasep de servidores, a liberação ocorre conforme o número final de registro. Tem direito ao abono, considerado um 14º salário, quem trabalhou com carteira assinada no ano-base, recebendo, em média, até dois salários mínimos. Além disso, é preciso estar cadastrado há cinco anos no programa e ter ficado, no mínimo, 30 dias em um emprego formal, com registro na carteira de trabalho.

O valor do benefício varia conforme a quantidade de meses trabalhados. Só recebe um salário mínimo quem trabalhou um ano inteiro. Os créditos começam no dia 19. O primeiro lote é para quem nasceu em janeiro ou fevereiro. No Banco do Brasil, recebem o abono do Pasep os servidores públicos. A data do crédito é definida pelo número de inscrição do servidor. No dia 19, recebe quem tem a inscrição com o final cinco. Os beneficiários têm até o dia 30 de junho para sacar o abono ou transferir o valor para outro banco.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp