Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

As vendas de cimento para o mercado interno brasileiro totalizaram 57,2 milhões de toneladas em 2016, retração de 11,7% em relação a 2015, segundo pesquisa com dados preliminares divulgada nesta segunda-feira, 16, pelo Sindicato Nacional da Indústria do Cimento (SNIC).

No mês de dezembro, as vendas chegaram a 4,3 milhões de toneladas, queda de 5,3% em relação ao mesmo mês do ano anterior.

“Estamos vivendo um lamentável percurso de diminuição da demanda de cimento no Brasil. Enquanto a capacidade ociosa da indústria em geral é, em média, de 27,5%, na indústria do cimento esse porcentual, que era de 30% em 2015, passou para 43% em 2016 e deve alcançar pelo menos 50% em 2017”, afirma o presidente do (SNIC), Paulo Camillo Penna.

“Com ociosidade em alta, há elevação de custos fixos, restringindo a capacidade de investimentos, fechamento de linhas de produção e, consequente, destruição de capital produtivo”, complementa, em nota.

Para 2017, a estimativa do sindicato é de nova redução nas vendas da indústria, embora em um ritmo menor. O SNIC espera baixa entre 5% e 7% na comercialização de cimento em comparação com as vendas de 2016.

Fonte: Estadão Conteúdo