Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Afetado pela pandemia do novo coronavírus, o tombo recorde nas vendas em abril levou o varejo brasileiro a operar no patamar mais baixo já registrado, segundo os dados da Pesquisa Mensal de Comércio, iniciada em 2001 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O comércio varejista teve uma queda de 16,8% em abril ante março. No varejo ampliado, que inclui as atividades de veículos e material de construção, o volume de vendas caiu 17,5%, também a maior perda da série.

De acordo com o jornalista Carlos Alberto Alencar, em sua participação no Jornal Alerta Geral desta quarta-feira (17), o resultado ajuda a balizar a magnitude do choque causado pela pandemia do coronavírus na economia e é condizente com um recuo de 7,5% no Produto Interno Bruto (PIB) em 2020, diz Luis Bento, analista da gestora Rio Bravo Investimentos.

Confira na íntegra o comentário do jornalista Carlos Alberto Alencar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp