Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Para esta Páscoa, a Associação Cearense de Supermercados prevê um crescimento de 10% nas vendas de produtos ligados à data. Uma recuperação da perda de 2017, quando houve uma queda de 5% na comparação com o ano anterior.

Entre os itens mais procurados nos supermercados, estão os tradicionais ovos de Páscoa, chocolates em caixas e barra, colomba pascal, peixes frescos e salgados, azeite e vinhos. Porém, a venda de ovos de chocolate tende a ficar estagnada este ano. Em 2017, os supermercados reduziram o estoque em torno de 10% frente a anos anteriores. Em 2018, os estabelecimentos devem manter a mesma quantidade.

Para oferecer alternativas ao consumidor, os supermercados estão incluindo marcas regionais de preço mais acessível. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados, em 2017 foram produzidas quase 9 mil toneladas de chocolate, o equivalente a 36 milhões de ovos. No entanto, comparado à produção de 2016, o volume foi 38% menor. Apesar da retração, o consumo de chocolate fechou 2017 com crescimento de 8% em relação ao ano anterior.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp