Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O vereador Gardel Rolim (PPL) fez severas críticas na tribuna do Legislativo, ao Governo Federal por acabar com o Programa Farmácia Popular em todo o país. O parlamentar questionou a iniciativa evidenciando que o programa distribui aproximadamente 125 tipos de medicamentos e atende mais de 10 milhões de pessoas, na sua maioria idosos.

“Essa iniciativa é tão radical e dura que às vezes tenho a impressão que pode não ser verdade.O Governo Federal de fato está fechando as Farmácias Populares, e vão fechar a despeito de corte de despesa. O Governo Federal mais uma vez, confirmando o que venho dizendo, retira recurso da saúde pública do Brasil e retira da forma menos democrática. Esse é um governo que não esculta a população”, comentou o vereador.

Gardel Rolim ainda questionou o Governo Federal sobre a decisão de remanejar o usuário do Programa Farmácia Popular para as farmácias conveniadas. Segundo o vereador, essas farmácias só têm 25 tipos de medicamentos credenciados.

“As farmácias conveniadas só entregam 25 medicamentos. E os outros 100 que não serão entregues, a população deve buscar onde? O Governo Federal está justificando que as farmácias populares tem alto custo. E a rede conveniada, quem vai pagar as farmácias comerciais para entregar esses medicamentos? O objetivo do Governo Federal, no fundo, é entregar para à iniciativa privada os serviços que o Brasil deve oferecer. É o desmonte dos aparelhos públicos”, concluiu.