Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O prefeito reeleito de Viçosa do Ceará, Zé Firmino (MDB), conseguiu, no início da noite desta sexta-feira, ser empossado pela Câmara Municipal para mais quatro anos de mandato. Um fato inusitado, como narrou para este site o radialista Carlos Alberto, da Rádio FM 94.9, de Tianguá, Zé Firmino não chegou a ser diplomado pela Justiça Eleitoral porque o juiz titular da Comarca não se encontrava no Município.

Uma liminar concedida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, garantiu a posse de Zé Firmino, mas o ato é antecedido da diplomação pela Justiça Eleitoral. O dia foi de muita expectativa entre os moradores do Município diante da incerteza sobre os novos rumos políticos e administrativos da cidade. Isso, porque, mesmo sendo reeleito, Zé Firmino foi considerado inelegível.

O prefeito, por meio dos advogados, apresentou provas contra a denúncia de abuso do poder político e econômico e conseguiu a liminar no Supremo Tribunal Federal que o permitiu ser empossado.

A decisão oriunda do STF foi cumprida somente no final da tarde – não pela Justiça Eleitoral da cidade, mas pela Câmara Municipal Justiça Eleitoral que decidiu empossar o prefeito reeleito. Ao longo do dia, ficou a expectativa se a liminar seria ou não cumprida e se o presidente da Câmara de Vereadores iria assumir o comando da Prefeitura. O impasse acabou e, como relata o correspondente do Jornal Alerta Geral na Região da Serra Grande, Carlos Alberto, a solenidade de posse de Zé Firmino foi acompanhada por dezenas de moradores da cidade.

Confira mais informações com o repórter Carlos Alberto:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp