Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará solicita que eleitores, de todo o estado, com conhecimento em Libras (Língua Brasileira de Sinais) se voluntariem para auxiliar nas Eleições 2020. O voluntário com conhecimento em Libras terá a função de orientar os eleitores com alguma dificuldade de audição sobre a localização de sua seção eleitoral e esclarecer outras dúvidas. Eles serão identificados por meio de crachás.

O TRE ressalta a importância de poder contar com essa ajuda para a remoção de barreiras de comunicação e possibilitar o pleno exercício da cidadania aos eleitores com deficiência auditiva.

Os interessados terão os mesmos benefícios dos mesários, como folgas pelo dobro de dias trabalhados, vale-alimentação e certificado. Para participar, é necessário acessar o formulário e realizar a inscrição no site do TRE-CE.

Para garantir a segurança dos auxiliares de eleição, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) definiu, em conjunto com médicos e especialistas, protocolos e equipamentos de proteção individual que serão disponibilizados no dia da votação. Cada voluntário terá à sua disposição, por exemplo, máscaras, proteção do tipo face shield e álcool em gel.

No Ceará, 7.863 eleitores se declararam com algum tipo de deficiência auditiva. O colaborador intérprete de Libras deverá atuar, preferencialmente, nos maiores locais de votação ou com a maior quantidade de eleitores com deficiência auditiva cadastrados.

Libras em 2018

Em um projeto-piloto, intérpretes de Língua Brasileira de Sinais (Libras) foram convocados para atuar no atendimento aos eleitores surdos no dia da eleição em 35 locais de votação do estado, sendo 23 em Fortaleza e 12 nos municípios de Juazeiro do Norte, Crato, Caucaia e Maracanaú.