Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Plenário do Senado retoma a votação da PEC Paralela, que inclui estados e municípios na reforma da Previdência, nesta terça-feira (19), com a apreciação de quatro emendas. A oposição tenta inserir na proposta alguns pontos como o que garante a aposentadoria integral nos casos invalidez e uma idade mínima para quem exerce trabalho com exposição a agentes nocivos de saúde.

O texto-base da PEC Paralela foi aprovado em primeiro turno com 56 votos a favor e 11 contra, mas ficaram pendentes de votação quatro destaques de bancadas partidárias referentes a emendas rejeitadas pelo relator Tasso Jereissati (PSDB-CE).

Além de abrir a caminho para inclusão de estados e municípios, o texto estabelece regras diferentes para servidores da área de segurança pública e abre a possibilidade de criação do benefício universal infantil, aprofundando a Seguridade Social para as crianças, o que estava previsto na proposta inicial de reforma da Previdência.

A ideia é que se aprovada em dois turnos pelo plenário do Senado, a proposta siga para a apreciação da Câmara dos Deputados já na quarta-feira (20).

 

(*) Com informações da Agência Senado

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp