Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Os eleitores aptos a participar da escolha dos novos prefeitos e vereadores dos 5.570 municípios começarão a votar a partir das 7 horas da manhã. A decisão é do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que ampliou o horário de votação para evitar aglomerações de eleitores em função da pandemia do coronavírus.

O TSE decidiu, também, que, entre 7h e 10h, a prioridade é para os eleitores acima de 60 anos, que fazem parte do grupo de risco para o coronavírus. A votação ficará encerrada às 17 horas.

Dados do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) apontam que, nos 184 municípios do Ceará, são 24.639 locais de votação onde estão inscritos 6.567.760 eleitores. O maior colégio eleitoral é a cidade de Fortaleza, com 1.821.383 pessoas aptas a votar, vindo, em seguida, o município de Caucaia com 222.128 eleitores.

A ampliação do horário de funcionamento das seções eleitorais é uma medida que representa segurança para os servidores da Justiça Eleitoral, candidatos e eleitores.

O primeiro turno das eleições de 2020 será realizado no dia 15 de novembro e, 14 dias depois, acontecerá o segundo turno nas cidades com mais de 200 mil eleitores. O segundo turno é realizado com os dois candidatos a prefeito mais votados se, no primeiro turno, nenhum receber mais de 50% dos votos válidos. Em todo o Brasil, o 2º turno pode ocorrer em 94 municípios, que possuem mais de 200 mil habitantes. No Ceará, a possibilidade é apenas em Fortaleza e Caucaia.

ESTUDO DEFINE HORÁRIO DE VOTAÇÃO


O horário de votação foi definido após análise de estatísticos do TSE e avaliação de uma consultoria técnica formada por especialistas do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), Insper e Universidade de São Paulo (USP). O TSE também definiu, por orientação da consultoria sanitária formada pela Fiocruz, Hospital Sírio Libanês e Hospital Albert Einstein, que haverá horário de votação preferencial de 7h as 10h para pessoas acima de 60 anos, que fazem parte do grupo de risco para o coronavírus.

“Após ouvirmos os presidentes de Tribunais Regionais Eleitorais e os respectivos diretores-gerais, ficou decidido, por unanimidade, que este horário será de 7 horas da manhã às 17 horas. Não foi possível estender para mais tarde do que isso porque, em muitas partes do Brasil, depois dessa hora, há dificuldade de transporte e há problemas de violência’’, disse o presidente do TSE, ministro Luis Roberto Barroso, ao justificar a mudança no horário de votação.

MEDIDAS DE SEGURANÇA


O ministro Luis Barroso destacou, ainda, que o TSE adotará “todas as medidas possíveis e razoáveis” para garantir a segurança dos eleitores e mesários no dia da votação. Ele lembrou que um grupo de empresas e de entidades de classe doará equipamentos de proteção individual, como máscaras, protetores faciais (face shiels) e álcool em gel e spray para quem trabalhar na eleição, além de álcool em gel para que eleitores higienizem as mâos nas seções de todo o país.


(*)com informações da Justiça Eleitoral