Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
“A saída não é ser dependente químico, não é usar drogas”. A mensagem dita pelo pelo presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, Zezinho Albuquerque, na manhã desta terça-feira (28), no Plenário 13 de Maio, continua sendo o carro-chefe do projeto idealizado pelo próprio deputado há três anos. A mobilização volta nesta semana em dois municípios cearenses: Sobral e Horizonte. E Zezinho Albuquerque já colhe os frutos dessa iniciativa.
Desde a criação do Ceará Sem Drogas, em 2014, foi criado um fundo um fundo específico para servir de apoio ao trabalho preventivo e de enfrentamento às drogas no Estado. Também houve a permanência da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas, por parte do governador Camilo Santana.
A não extinção do órgão partiu de uma solicitação do próprio deputado Zezinho Albuquerque. Contudo, para o presidente do Poder Legislativo, o surgimento de conselhos municipais para tratar do tema é um dos principais legados do projeto. “O mais importante é a parceira entre Assembleia e prefeituras. São criados conselhos nessas cidades onde nós passamos para acompanhar os dependentes químicos”, afirma.
Serviço:  Ceará Sem Drogas
Quinta-feira (30/03), às 15h30
Escola de Ensino Fundamental e Médio Professor Luís Felipe
Rua Coronel José Silvestre, 760, bairro Junco, em Sobral
Sexta-feira (31/03), às 9h30
Ginásio Poliesportivo Joaquim Domingos Neto
Rua Francisco Eudes Ximenes, 145, bairro Centro, em Horizonte
Com informações Assessoria de imprensa Assembleia Legislativa do Ceará