Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Prefeitura de Fortaleza inicia, na próxima segunda-feira (16), a execução do pacote d ações de recuperação da malha viária da Capital. A iniciativa foi lançada na terça-feira (10) e, segundo o prefeito José Sarto, o investimento será de R$ 60 milhões. Na ocasião, Sarto afirmou que as obras serão concluídas em 100 dias.

Além dfa malha viaria, a prefeitura vai realizar melhoriasnsa sinalização, da iluminação pública e da limpeza urbana no período de 100 dias.

Conforme o cronograma apresentado, as obras começarão com a operação tapa-buraco sendo executada, inicialmente, nas 90 maiores avenidas da Capital, seguida pelos corredores de maior fluxo, com ciclovias e ciclofaixas, e, por fim, as vias secundárias.

Para concluir o objetivo no prazo estipulado, as equipes de recuperação asfáltica serão quadruplicadas. Ao todo, 15 grupos atuarão diariamente na restauração de uma área de 500 mil m², contemplando mais de 1.200 vias em todas as regionais do município. Cada equipe deve cobrir 600m² por dia, segundo a administração pública. Somente nesta frente serão destinados R$ 22 milhões do montante.

Nas 90 avenidas contempladas pela operação tapa-buraco, ainda serão instaladas luzes brancas (HID ou LED) que, segundo a prefeitura, proporcionam mais segurança, luminosidade e comodidade em espaços públicos, representando um investimento de R$ 8 milhões em iluminação pública.

Outros R$ 2 milhões para a sinalização, incluindo renovação dos principais corredores de tráfego, inciando pelas vias como Presidente Costa e Silva, Godofredo Maciel, Dr. Theberge, Juscelino Kubitschek, Murilo Borges, Padre Pedro de Alencar, José Jatahy e Carneiro Mendonça.

Para a limpeza urbana serão investidos R$ 28 milhões, com previsão de atuação de 20 equipes em todos os bairros executando serviços como capinação e varrição em vias, praças e areninhas da cidade. Além da limpeza, a gestão ainda deve realizar intervenção nos recursos hídricos.

As obras serão realizadas pelas secretarias da Gestão Regional (Seger), da Infraestrutura (Seinf) e Conservação e Serviços Públicos (SCSP).

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp