Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A reforma previdenciária mais uma vez no seu café da manhã. O assunto continua na agenda do congresso nacional e do governo federal como prioridades neste primeiro semestre de 2017. Hoje, o relator da PEC que muda as regras para os brasileiros se aposentarem ou herdarem pensões, apresentará, na Câmara Federal, o relatório com as alterações no projeto original enviado ao congresso nacional pelo presidente Michel temer. O Governo cedeu em alguns pontos da reforma e tenta aprová-la nos próximos 30 dias para garantir, no futuro, uma previdência mais enxuta e com menos privilégios. Para negociar e garantir avanço na tramitação da PEC da previdência, o governo aceitou, nessa terça-feira, fixar em 62 anos a idade mínima para as mulheres se aposentarem. A bancada feminina na Câmara e no senado fez apelos e o presidente Michel temer decidiu aceitar os argumentos para as mulheres terem uma idade diferencia em relação aos homens como critério para requisição da aposentadoria. Pelo projeto, o homem precisa complementar 65 anos como idade minima para se aposentar. Confira o editorial completo no player abaixo:

Editorial-19.04

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp