Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O mau cheiro que exala da limpeza urbana, uma licitação barrada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) e as relações íntimas entre as administrações dos Municípios de Eusébio e de Quixadá geram dores de cabeça para o prefeito Acilon Gonçalves. Acilon enfrenta contratempos e os administra internamente para neutralizar desgastes: um dos focos de preocupação é a fedentina na área do lixo.

Controlada pela Empresa Marquise, a limpeza urbana do Eusébio entrou na mira do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e do Ministério Público Estadual. Uma licitação aberta pela Prefeitura, no valor de R$ 19.000.000,00, foi suspensa pelo TCE, no mês passado, por vícios no edital. A prefeitura contestou o relatório do Tribunal de Contas e avançou com o processo licitatório. Os gastos com lixo no Eusébio são considerados elevados  e, em 2017, foram R$ 12.227.484,75.

A decisão do TCE sobre o lixo do Eusébio provocou reações na cidade de Quixadá, na Região do Sertão Central. As duas cidades têm uma boa distância geográfica, mas há um elo entre os dois municípios que acabou por gerar preocupação ao grupo de Acilon Gonçalves. Acilon é aliado do prefeito de Quixadá, João Paulo, e ambos têm como elo de ligação o assessor especial em administração pública Tarcísio Mota.

Na cidade do Eusébio, Tarcísio dá as cartas na UPA (Unidade de Pronto Atendimento), é conselheiro do prefeito Acilon e, em Quixadá, é um consultor político que trabalha nos bastidores para ajudar o prefeito João Paulo. João Paulo assumiu o comando político do Município de Quixadá após o prefeito Ilário Marques ser afastado do cargo por irregularidades e suspeitas de superfaturamento nos serviços de limpeza pública.

A disputa pela limpeza pública amplia os laços entre Eusébio e Quixadá e desperta curiosidade no Ministério Público Estadual. Acompanhe a íntegra da reportagem, veiculada, nesta segunda-feira, 12, no Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza) sobre a origem das preocupações que batem à porta do prefeito do Eusébio, Acilon Gonçalves.

REPORTAGEM CARLOS SILVA E SATIRO SALLES

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp