Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Ceará registrou 118 mortes pelo vírus da influenza nos últimos dois anos, de acordo com o boletim epidemiológico da doença, divulgado pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesa). No ano passado, 44 pessoas faleceram pela doença, uma queda de 40% se em relação aos 74 óbitos registrados em 2018.

Os casos confirmados diminuíram 46% no mesmo período, caindo de 449 para 242 ocorrências. A maior queda ocorreu no subtipo A H1N1, que saiu de 309 para 106 casos. Por outro lado, os casos de A H3/sazonal triplicaram, saltando de 23 para 69. A predominância é em crianças de até 9 anos de idade, que são 46,7% do total de casos.

A recomendação é que a população mantenha a caderneta de vacina sempre atualizada e mantenha hábitos saudáveis. Também é importante, sempre que for tossir ou espirrar, utilizar o antebraço como barreira de proteção, lavar as mãos frequentemente com água e sabão ou utilizar álcool em gel, manter o ambiente com circulação de ar natural e evitar o contato com pessoas doentes.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp