Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O governo federal tenta encontrar saídas para barrar ligações indesejadas feitas por operadoras de Telecomunicações. Os consumidores podem se inscrever no cadastro nacional “Não me Perturbe”, uma iniciativa da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para conter esse assédio.

O assunto ganhou destaque no Bate Papo Político do Jornal Alerta Geral (Expresso Fm 104.3 na Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior + Redes Sociais) desta segunda-feira (29), entre os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida, que criticaram a postura das empresas de assediarem aposentados de maneira criminosa.

Para o jornalista Beto Almeida, a medida “entra na série: antes tarde do que nunca!”. Segundo ele, é preciso que a justiça consiga impor medidas eficazes para barrar a atuação dos bancos e impedir que essas instituições consigam os dados pessoais do cidadão, principalmente, segundo ele, dos aposentados.

O jornalista ainda questiona o ato de, nos pequenos municípios do Interior do Ceará, servidores visitarem idosos aposentados para, segundo ele, “assediar” essas pessoas para aquisição de consórcios bancários. Para o jornalista, “está mais do que na hora de punir os bancos.”

O jornalista Luzenor de Oliveira pondera que não há nada de criminoso nesse ato, mas, concordando com Beto, acredita que é
“inaceitável o assédio ou o poder de convencimento que vem pela fraude.” Caso o cadastro seja feito, a suspensão das chamadas pelas empresas ocorrerá em até 30 dias.

Você pode fazer seu cadastro no “Não me Perturbe” aqui.