Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Em anúncio publicado em suas redes sociais neste domingo, 13, o deputado estadual Delegado Cavalcante revelou que está de saída do PTB.

“Venho por meio deste comunicar a minha desfiliação do PTB, bem como a renúncia da presidência estadual do partido no meu estado do Ceará. Minha decisão se dá por que não compactuo com mudança repentina desconfortável na executiva nacional do partido, a qual rompeu com o compromisso de renovação por parte do seu estatuto, trazendo instabilidade jurídica e incertezas políticas para o corrente ano”, revelou.

O parlamentar disse que sua saída é em virtude da mudança no comando Nacional da sigla, antes comandada por Graciela Nienov, que perdeu prestígio com o agora ex-padrinho, Roberto Jefferson, que a deixou na chefia do partido de forma interina depois de ter sido preso por ordem do ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes por suposta participação em uma organização criminosa que atuaria para desestabilizar a democracia e divulgar mentiras sobre ministros do STF. Após decisão da justiça, o PTB está nas mãos de Marcus Vinícius.

“Não tem como eu permanecer em um partido cujo novo presidente já foi preso na LavaJato. Marcus Vinicius, usava até pouco tempo, o nome político ‘Marcus Vinicius Neskau', que por decisão do ministro Fachin, o reconheceu como novo presidente do PTB Nacional. Marcus Vinícius Neskau já foi preso no âmbito da operação Furna da Onça, desdobramento da Lava Jato que focou no suposto pagamento de propina a parlamentares fluminenses. Foi solto cerca de um ano depois; o mandato foi retomado em 2020. Segundo a investigação, ele recebia 50 mil reais mensalmente para aprovar projetos de interesse do então governador Sérgio Cabral (MDB do Rio de Janeiro)”.

Cavalcante disse ainda que é pré-candidato a deputado federal, mas não revelou por qual partido deve disputar as eleições 2022.

Com a saída do parlamentar, o PTB no Ceará vai ser comandado por Euler Barbosa, secretário executivo da Prefeitura de Maracanaú.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp