Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
A Comissão de Direitos Humanos e Cidadania (CDHC) da Assembleia Legislativa realiza, nesta quarta-feira (27), às 14h30, audiência pública para tratar sobre a discriminação da mulher negra no mercado de trabalho e os desafios na superação do racismo estrutural.

O evento, que atende solicitação dos deputados Nezinho Farias (PDT) e Augusta Brito (PCdoB), será no Complexo de Comissões Técnicas da Casa.

Segundo Nezinho Farias, nas últimas décadas, o mercado de trabalho tem sofrido as influências e os impactos da globalização, surgindo dessa realidade desafios em relação aos processos de exclusão dos grupos vulneráveis, notadamente em relação às mulheres negras trabalhadoras.

É necessário e urgente que o Estado, enquanto ente responsável pela organização social e jurídica do País, permaneça adotando medidas que possam efetivamente se confrontar com as diversas formas de discriminação, particularmente em relação às mulheres negras, através de ações dos poderes Legislativo e Executivo, afirma o parlamentar.

O deputado informa também que as pesquisas comprovam que, apesar de quase a metade da população brasileira ser composta por pessoas negras e pardas, essa proporção não se verifica no espaço laboral, onde as mais variadas formas de discriminação e preconceito são praticadas.

Foram convidadas lideranças comunitárias e representantes da política de igualdade racial, organizações civis, universidades e público em geral.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp