Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Comissão Especial para Acompanhar e Monitorar o Andamento das Obras de Transposição do Rio São Francisco e o Uso de suas Águas no Ceará se reúnem, nesta segunda-feira, a partir das 14 horas, na Assembleia Legislativa, para discutir a crise de segurança hídrica estadual e os desafios para 2019. O debate foi proposto pelo deputado estadual Carlos Matos (PSDB), presidente da Comissão Especial.

Segundo Carlos Matos, mesmo com a obra da Transposição praticamente finalizada, alguns pontos ainda precisam ser avaliados pelos governos Federal e Estadual. “A expectativa é de que no final do ano, já se possa bombear a água para o Ceará. Depois, teríamos que esperar mais 120 dias para receber a água. O que nos preocupa, dentre tantos outros desafios, é a manutenção da obra”, observa o parlamentar.

A Comissão Especial para Acompanhar e Monitorar o Andamento das Obras de Transposição do Rio São Francisco e o Uso de suas Águas no Ceará mobilizou, para essa audiência pública, representantes do Departamento Nacional de Obras contra a Seca (DNOCS), da Secretaria da Infraestrutura (SEINFRA), da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (FUNCEME), da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (ADECE), da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (FAEC), da Associação dos Municípios do Estado do Ceará (APRECE), da Fundação Nacional da Saúde (FUNASA), da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (COGERH) e da Federação das Indústrias do Ceará (FIEC).

Serviço
Audiência Pública
A Crise de Segurança Pública Estadual e os Desafios para 2019
Data: 10/12/18 (segunda-feira)
Hora: 14h
Local: Av. Desembargador Moreira, 2807. Assembleia Legislativa do Ceará.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp