Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O número de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs) em Fortaleza subiu 5,9% no mês de fevereiro em relação ao mesmo período do ano passado. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), neste ano, foram assassinadas 90 pessoas e no ano passado, 85. O aumento de CVLIs também cresceu na região Norte do Estado. Segundo dados da SSPDS, ano passado, foram contabilizadas 45 mortes na região, enquanto neste ano foram 58 CVLIs, um acréscimo de 28,9%.

Apesar do aumento dos crimes violentos, a Região Metropolitana registrou queda de 35,2% no mês de fevereiro. Em 2017, foram mortas 57 pessoas contra 88 em 2016. Na região Sul, a criminalidade apontou queda de 19,0%. Em 2016 foram anotados 79 homicídios contra 64 neste ano.

O dados apontam, ainda, que os números de roubos caiu por dois meses seguidos. Após diminuição em janeiro, fevereiro também registrou redução de 13,9%, caindo de 5.977 registros, do ano passado, para 5.144, neste ano. Todos os territórios do Estado apresentaram redução desses tipos de crime – Fortaleza (15,5%), Região Metropolitana (10,7%), Interior Norte (7,7%) e Interior Sul (14,3%). Já os furtos, em fevereiro, caíram 4,9%, no Estado, indo de 4.509 para 4.209 casos. Na Capital, caíram 9,3%, passando de 2.458, em 2016, para 2.229 ocorrências, neste ano.

O foco na redução dos CVPs foi anunciado no final de 2016, após dois anos seguidos de queda nos CVLIs. Este indicador que mede os crimes contra vida voltou a apresentar redução no mês passado. No Ceará, diminuição foi de 9,4% (acimada meta de 6% estabelecida no Programa Em Defesa da Vida), caindo de 297 vítima sem fevereiro de 2016 para 269 no mesmo período deste ano.

Entre os territórios, a Região Metropolitana apresentou o melhor resultado – caiu de 88 registros para 57 – uma redução de 35,2%. Em seguida veio a Região Sul, com uma diminuição de 19%, passando de 79 para 64 CVLIs. A Região Norte e Fortaleza tiveram aumento, respectivamente de 28,9% e 5,9%.