Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A proposta de elevação do volume de recursos do fundo eleitoral, apresentada pelo relator do Orçamento da União, deputado Domingos Neto (PSD), encontra resistência e, se não for barrada pelo Congresso Nacional, será vetada pelo presidente Jair Bolsonaro. Essa análise é feita pelo jornalista Beto Almeida que, em seu comentário, nesta quarta-feira (11), no Bate Papo Político, do Jornal Alerta Geral, classifica o aumento do fundo eleitoral como aloprado.

Confira mais informações com o correspondente do Jornal Alerta Geral, Carlos Silva:

A proposta original, inserida pelo Governo Federal, é de R$ 1,8 bilhão para cobrir os gastos da campanha eleitoral dos candidatos a vereador e prefeito em 2020, mas Domingos propôs que esse valor seja elevado para R$ 3,8 bilhões. Beto lista os partidos que endossaram a iniciativa de Domingos Neto e fala sobre as críticas que a medida recebe nas ruas.

“Se não fosse a pressão das ruas, o desgaste que isso gerou e naturalmente agora, o próprio movimento do Governo Federal, esse fundo iria passar”, afirma Beto Almeida.

Com o temor de novos desgastes e a ameaça de veto ao eventual aumento do fundo eleitoral, Beto Almeida destaca, ainda, o recado dado pelo presidente Jair Bolsonaro que pode aceitar o aumento para R$ 2,5 bilhões, mas não, de forma exagerada, para R$ 3,8 bilhões. Acompanhe o Bate Papo Político, do Jornal Alerta Geral, entre os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida, que é transmitido por 26 emissoras de rádio a partir da FM 104.3 – Grande Fortaleza, e, também, pelas redes sociais do cearaagora.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp