Categorias
Esporte Deu Zebra

ANÁLISE: Ceará deve ter preparações específicas para cada jogo

O Ceará bateu o líder do Brasileirão, Palmeiras, que estava invicto à 33 partidas e, com a vitória e a forma como a equipe se comportou, pode sonhar com voos mais altos. A equipe de Enderson Moreira parece estar ganhando sua cara e, diante do favorito a se sagrar campeão, mostrou armas que estavam ainda sendo maturadas.

A equipe ganhou velocidade pelas pontas e foi consistente dentro da proposta defensiva. Nas saídas pelos lados, o Vozão chegou com perigo e, quando não esteve com a bola, encontrou um quadro de meio de campo que impedia a organização do adversário. Dentro de seus limites, conseguiu apresentar um bom futebol.

Verdade seja dita, o Ceará jogou como deveria diante da forte equipe do Palmeiras. Se impôs quando conseguiu e, quando não, soube aguentar a pressão. Com a vitória, agora, o Alvinegro precisa colocar a cabeça no lugar e se preocupar com cada adversário de maneira particular.

No sábado (20), o Vozão vai a Porto Alegre encarar o Internacional, às 19 hrs, para tentar se manter confiante. Num retrospecto equilibrado, o time cearense tem 7 vitórias de 18 disputadas. Fora de casa, venceu 3 de 5 partida e não empatou.  

Categorias
Esporte Deu Zebra

Novidades no Ceará podem surtir efeito e representar subida de patamar

Ceará e Palmeiras se enfrentam neste sábado (20), a partir das 19 hrs, na Arena Castelão e, para o Vovô, o jogo pode representar uma subida de patamar. Com o retorno de Luiz Otávio, na zaga, o Alvinegro deve apostar na boa marcação e saída pelos lados de campo.

As novidades no Vozão podem, também, surtir efeito. Diante do líder da competição, o Vozão já pode contar com o meia-atacante, Lima, que é mais uma opção pelos lados do campo. Galhardo e Ricardinho (com Felipe Silva entrando no decorrer da partida) tabelando com os atacantes de ponta podem surpreender o Verdão.

Dos nomes, Matheus Gonçalves talvez seja o que mais acumula esperança do lado Alvinegro. O jogador entrou muito bem no empate do Ceará diante do Fluminense e deve pintar como titular da equipe. Com posições diferentes na tabela, na Série A, o Palmeiras está invicto e lidera a competição com 26 pontos, enquanto o Vovô ocupa a 14ª posição, com 11, o confronto promete um grande espetáculo.

Categorias
Esporte Deu Zebra

Enderson critica arbitragem, Ceará não arrisca alterações e amarga mais um jogo sem vitória

O Ceará foi ao Maracanã em jogo válido pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro e, numa disputa de 6 pontos, conseguiu arrastar um empate do Fluminense. Com um primeiro tempo abaixo do desempenho que o time pode ter, o Vozão voltou diferente para a segunda etapa e, se não fosse a interferência do VAR em um lance polêmico, poderia ter somado os três pontos e se distanciado do Z-4. O tom da partida se deu, inclusive, em torno da discussão quanto ao lance do impedimento.

O técnico Enderson Moreira não surpreendeu na escalação. Entrando com o estreante da noite, Felippe Cardoso, no lugar de Bergson, lesionado, o jovem Rick no ataque e o volante William Oliveira, o Ceará conseguiu fechar os espaços do setor de criação carioca e chegar com perigo nos contra-ataques. Mesmo saindo atrás no placar, buscou o empate e foi premiado ainda no primeiro tempo com um belo gol de Thiago Alves.

Na segunda etapa, o Vozão jogou melhor. Enderson mexeu na equipe e colocou o atacante Matheus Gonçalves no lugar de Rick – uma alteração que poderia não ter sido necessária se o técnico tivesse feito a opção mais segura de já entrar com Gonçalves. Daí em diante o clima do jogo ficou evidente: Diogo Silva fazia milagres no gol Alvinegro e o Vozão tentava surpreender nas roubadas de bola – e conseguindo, diga-se de passagem.

A “lei do ex” quase prevalece! Em uma dessas bolas roubadas, o meia Thiago Galhardo (que pouco apareceu durante o jogo) fez grande jogada e deixou o ex-Fluminense, Matheus Gonçalves, pronto para empurrar a bola para dentro do gol. Não fosse a atuação do VAR alertando o árbitro que entendeu a participação de Cardoso na jogada e, assim, anulou o gol do Vozão, o Ceará teria conquistado uma vitória merecida diante do Tricolor carioca.

O técnico Enderson ficou na bronca e, após o término do jogo, criticou a decisão do árbitro. Na visão do técnico, o ato de pedir uma terceira opinião (o juiz ainda chamou o quarto árbitro para auxiliar na decisão) é um sinal de despreparo. Para ele, é como se o juiz dissesse: “eu não estou preparado para apitar um jogo de Série A” – criticou Enderson, lamentando a decisão tomada. Agora, o Vozão recebe o líder do Campeonato, Palmeiras, no sábado, às 19h (de Brasília), no Castelão.

Categorias
Esporte Deu Zebra

Com mais opções no banco, Ceará vai ao Rio encarar o Fluminense pelo Brasileirão

O Ceará vai ao Rio de Janeiro nesta segunda-feira (15) encarar o Fluminense pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo marca um confronto direto pela permanência na primeira divisão do ano que vem e aumenta as expectativas sobre o futuro do Vozão na competição. Com novas peças e jogadores saindo do departamento médico, o time sonha com um bom retorno à competição.

O Alvinegro ocupa a 13ª posição com 10 pontos, três acima do adversário, que abre o Z-4 com 8 pontos. Apesar dos recentes reforços, a chegada do meia Lima e do atacante Felippe Cardoso, além da recuperação dos meias Felipe e Wescley, o técnico Enderson Moreira deve dar espaço ao atacante que veio do Santos e manter a formação que vinha jogando.

Enderson acredita que mais de três modificações na equipe pode desconfigurar o esquema tático e prejudicar o desempenho do Alvinegro. Mesmo assim, é inegável que as peças que estarão no banco de reservas surtem um efeito positivo na equipe.

Das expectativas, Juninho Quixadá (que ainda não atuou nessa temporada) ainda não fará sua estreia. O meia Wescley também não deve jogar, assim como o volante Pedro Ken. A ideia é recuperar os jogadores para evitar novas lesões. Bergson ainda se recupera de lesão e, com a chegada de Cardoso, deve brigar pela titularidade a partir do próximo jogo.

Apesar disso, o Vozão terá à disposição nomes como Felipe Silva, Matheus Gonçalves e Thiago Galhardo. Com a parada para a disputa da Copa América, a torcida guarda a esperança de que o Vozão mantenha um bom ritmo de jogo e consiga transformar boas atuações em bolas na rede.

Fluminense e Ceará se enfrentam hoje a partir das 20h, no Maracanã (Rio de Janeiro), pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro, com transmissão do Premiere e de suas plataformas (site e aplicativo). 

Categorias
Esporte Deu Zebra

Surpresa? Brasil e Peru decidem a final da Copa América no domingo

A seleção brasileira já conhece seu adversário na disputa pela Copa América 2019. A seleção do Peru venceu o Chile por 3 a 0 nessa quarta-feira (3) e disputará a decisão contra o Brasil neste domingo (7). O jogo, inusitado, será a primeira decisão entre as duas seleções por uma final de Copa América.

O Peru fez por merecer. Mesmo não sendo favorito, foi para cima do Chile, com marcação sob pressão e proposta ofensiva durante boa parte do jogo. Aos 20 minutos, Cueva recebeu na ponta, cruzou para a área e Flores marcou o primeiro gol da partida.

Aos 37 minutos da primeira etapa, a defesa do Chile marcou bobeira e sofreu o segundo, dessa vez, de Carrillo. Após isso e com vitória bem encaminhada, só no final da segunda etapa, aos 45 minutos, o artilheiro, conhecido da torcida brasileira, Guerrero, fechou as portas para os chilenos: 3 a 0.

A seleção peruana retorna a uma final de Copa América após 44 anos no domingo, às 17h, no Maracanã. Os canarinhos precisarão mostrar um bom futebol para superar os peruanos. O Brasil busca seu nono título na competição, já o Peru busca seu terceiro título.

Categorias
Esporte Deu Zebra

A dependência em Neymar está posta em xeque!

A seleção brasileira venceu a Argentina pela Semifinal da Copa América nessa terça-feira (3) e, com isso, se mostrou forte mesmo sem o atacante Neymar, seu principal nome. Assumindo o protagonismo nos setores de criação e ataque, Coutinho, Gabriel Jesus, Firmino e o cearense Everton vem dando conta do recado e mostrando o espírito de equipe esperado da seleção canarinha. O jogo teve carrinhos, faltas, reclamações contra a arbitragem e muita marcação.

Sem holofotes, a seleção parece ter entendido o jogo. O que se viu, ontem, no Mineirão, em Belo Horizonte, palco da derrota para a seleção da Alemanha na Copa do Mundo de 2014 – o famoso 7 a 1 -, foi um time dedicado taticamente e que soube utilizar a técnica nos momentos certos. O criticado Tite, com razão, diga-se de passagem, entendeu o momento e mudou, mexeu com o ânimo dos atletas e colocou a seleção acima de qualquer ídolo.

Claro que contar com o melhor jogador brasileiro da atualidade faz a diferença e, sim, ganha jogos. Neymar é um grande atleta e tem espaço garantido em qualquer time do planeta, mas, na seleção brasileira, o excesso de protagonismo parece atrapalhar o futebol do craque e, pior, põe em xeque a coletividade da equipe. Tite demorou, mas, pela necessidade (Neymar se machucou no último amistoso antes da Copa), precisou buscar alternativas.

Com isso, outros nomes ganharam espaço e puderam, em equipe, se desenvolver dentro do estilo de jogo proposto. Gabriel Jesus, que ainda não havia marcado, fez seu grande jogo pela seleção. Everton aparece como peça de qualidade nos setores de ponta. Coutinho, assumiu o meio de campo e por ele passa quase todas as jogadas. Além disso, Daniel, com seus 36 anos, é o capitão esperado da equipe. A seleção vive e caminha para o seu 9ª título na Copa América!

Categorias
Esporte Deu Zebra

Caucaia evolui no cenário local e, com bom futebol, tem título merecido

O time do Caucaia entrou em campo nessa quinta-feira pela última vez pelo Campeonato Cearense 2019 e última vez, também, pela série B da Competição. Ao vencer o time do Pacajus por 3 a 0, a equipe caucaiense entrou para a história do município e conquistou o título da competição, conseguindo o acesso para a série A do Cearense em 2020.

Ciel brilhou – mais uma vez. O artilheiro da competição e ganhador do título de “cidadão caucaiense”, foi o autor de dois gols na partida (o outro gol foi de Cleber) e chegou a marca de 12 gols dos 34 marcados pela equipe na competição. Assim, a Raposa Metropolitana manteve a campanha de sucesso na fase de classificação, onde foi líder do Grupo A, com 21 pontos em oito jogos.

Além do brilho do artilheiro, outro nome ficou cravado na história da competição. O técnico Washington Luiz mais uma vez levantou a taça da segundona. No ano passado, o comandante já havia sido campeão, com o Barbalha. Washington fez questão de exaltar o elenco e se emocionou ao lembrar da família: “O grupo de jogadores é sensacional”.

Campanha

O primeiro jogo da Raposa Metropolitana não deu o tom do restante da competição. Perdendo para o Maranguape por 1 a 0, o time começou uma recuperação de sucesso e emplacou sete vitórias seguidas, terminando a primeira fase com 21 pontos e na liderança do Grupo A.

A Raposa avançou às quartas de finais – empate com o Icasa no jogo de ida e vitória por 4 a 2 na volta. Nas semifinais, contra o Crato, perdeu o primeiro jogo e venceu o segundo. Os resultados foram celebrados no último confronto: a equipe terminou com campanha com 10 vitórias, um empate e duas derrotas.

Jogos

  • Maranguape 1×0 Caucaia;
  • Caucaia 2×1 Tiradentes;
  • Caucaia 4×1 Maracanã;
  • União 0x3 Caucaia;
  • Caucaia 2×0 Maranguape;
  • Tiradentes 0x2 Caucaia;
  • Maracanã 0x6 Caucaia;
  • Caucaia 5×3 União;
  • Icasa 1×1 Caucaia;
  • Caucaia 4×2 Icasa;
  • Crato 2×0 Caucaia;
  • Caucaia 2×0 Crato;
  • Caucaia 3×0 Pacajus;

 

Categorias
Esporte Deu Zebra

Leão tenta afastar o fantasma da derrota e encara o Cruzeiro antes da pausa para a Copa

O Leão entra em campo pelo último confronto antes da pausa para a Copa América com um objetivo bem claro: deixar a zona de rebaixamento enquanto se prepara – na pausa – para ajeitar os pontos que estão faltando. Pela 9ª rodada do Brasileirão, o Fortaleza encara o Cruzeiro, na Arena Castelão, às 21 horas, e, se ganhar, pode abandonar a 17ª posição da tabela. O jogo será transmitido pelo Premiere e Premiere Play. 

O Leão está com sete pontos: cinco derrotas, duas vitórias e um empate. Com o apoio da torcida, o técnico Rogério Ceni deve manter a postura ofensiva. Mesmo com desfalques – Edinho e Wellington Paulista ainda não jogam -, o Leão espera reencontrar o caminho da vitória após três partidas seguidas de derrota – Flamengo e Grêmio pelo Brasileiro e Athetico PR pela Copa do Brasil.

No retrospecto das equipes, o Cruzeiro tem a vantagem. Nos 11 jogos que disputaram, o Cruzeiro venceu sete vezes e o Leão apenas uma. Ao todo, foram três empates. A defesa, que vem sendo um dos problemas no Leão, também precisam frustrar o bom retrospecto da Raposa: são quatro gols do Fortaleza e 14 gols do Cruzeiro. Por outro lado, o time mineiro não vence há oito jogos nesta temporada, cinco no Campeonato Brasileiro.

Categorias
Esporte Deu Zebra

Concentração total no Brasileiro: não basta jogar bem, Leão precisa de resultados

O Tricolor cumpriu a missão e, como avaliou Rogério Ceni, fez o que dava para fazer. Campeão da Copa do Nordeste e, agora, fora da Copa do Brasil, o Leão precisa concentrar as energias na permanência na série A de 2020. Derrotado na última rodada, o time tem outro confronto difícil pela frente.

Contra o Flamengo, quando foi derrotado no último sábado, o Leão se mostrou limitado em algumas áreas, mas parece insistir na postura adotada – seja jogando contra Flamengo e Palmeiras ou contra o Vasco (concorrente direto na vaga pela permanência). O que vale questionar é: isso é possível?

Neste sábado (9), o Tricolor parte para Caxias do Sul, no Estádio Centenário, onde encara o Grêmio pela 8ª rodada do Brasileiro. Ocupando a 14ª posição na tabela de classificação, caso não vença, o Leão pode entrar na zona de rebaixamento, o que deixa o alerta: é preciso resultado!

Contra o Athetico

A classificação não veio, mas, segue o jogo! O resultado da noite de ontem não foi o esperado, mas o Leão do Pici chegou a segurar o ímpeto do Athetico-PR por quase 180 minutos. Mesmo com bola na trave, só aos 43 da segunda etapa o Furacão marcou o gol da vitória. O autor do gol foi Marco Ruben. 

Com a equipe sentindo o cansaço dos últimos jogos (Copa do Nordeste, Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil) o time comandado por Rogério Ceni se defendeu durante a maior parte do jogo, mas tentou assustar o Furacão nas bolas roubadas. Aos 23, o Leão chegou bem com jogada de Oswaldo.

Na segunda etapa o Leão continuou marcando e tirando os espaços. O goleiro Felipe Alves fez boas defesas, mas não conseguiu impedir o gol de Marco Ruben, aos 43 minutos. No final do confronto, Tinga quase marca para o Fortaleza, mas o goleiro do Furacão, Santos, garantiu a vitória.

Categorias
Esporte Deu Zebra

O suficiente para os três pontos

Mesmo não jogando bem – se levarmos em consideração a maior parte do jogo -, o Vozão conseguiu arrastar os três pontos, nesta segunda-feira (27), fora de casa, e respira mais aliviado na 9ª posição do Brasileirão, com 9 pontos. Jogando contra o Avaí, um dos concorrentes diretos por uma vaga na Elite de 2020, o Alvinegro saiu atrás mas foi buscar o resultado.

Primeiro Tempo

Com poucas triangulações no setor de meio de campo, o Vozão encontrou uma marcação bem postada, que não dava muitas chances. Além disso, no primeiro tempo, os meias Ricardinho e Thiago Galhardo não conseguiam desenvolver o jogo e dar chances aos atacantes Alvinegros. Primeiro tempo do Avaí: 1 x 0 – com falha clara do setor de marcação do Ceará.

Segundo Tempo

Mérito do técnico Enderson Moreira, que lançou o time ao ataque e aproveitou o que de melhor cada jogador poderia oferecer. Sacou Leandro Carvalho – nervoso em campo – e colocou o jovem Rick que, mesmo deixando o campo antes do fim da partida, machucado, deu um novo gás ao Alvinegro. Mais animado, foi a vez de Galhardo brilhar!

O meia, que não jogou bem no primeiro tempo, marcou 2 gols e foi o homem da partida. No primeiro gol, o meia aproveitou uma bola solta na pequena área e estufou a rede; no segundo, após casquinha de Ricardo Bueno ainda fora da área – outro que saiu do banco -, Galhardo arrastou a bola por alguns metros e não desperdiçou: 2 x 0 para o Vozão!

Minutos de sufoco?

Os minutos finais dos últimos jogos do Alvinegro têm sido uma verdadeira novela. Contra o Goiás o time foi derrotado nos últimos minutos; contra o Grêmio, mesmo ganhando, o cearense passou sufoco nos momentos finais. Ontem não foi diferente. O Vozão cansa e enfrenta dificuldades após os 45 minutos do segundo tempo.

Méritos de Enderson, que sacou, também, Ricardinho e colocou em campo o volante Pedro Ken, o Alvinegro segurou a pressão e ainda assustou o Avaí – mais uma vez, com Galhardo. O meio de campo, embora não estando em um bom dia, conseguiu segurar a lateral do adversário – área onde o Avaí levou mais perigo – e saiu de campo com a vitória. Três pontos merecidos!

Próximos jogos

Com o apoio da torcida, o Vozão tenta, no próximo domingo (2), mais três pontos, dessa vez contra a equipe do Santos; e volta ao Castelão no próximo dia 8, contra o Bahia. Depois de dois bons resultados, o Alvinegro precisa aproveitar o bom momento e se distanciar dos concorrentes diretos na luta pela permanência. O jogo contra o Santos está marcado para às 16 horas.