Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Em Niterói, no Rio de Janeiro, o Banco do Brasil foi condenado a pagar R$ 200 mil por dano moral coletivo por ter desrespeitado de forma constante à lei do município. A decisão se deu de forma unânime pela 14ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. O dinheiro será destinado ao Fundo de Defesa dos Direitos Difusos, do Ministério da Justiça.

O desembargador e relator do processo, José Carlos Paes, afirmou que é função do banco usar meios idôneos e hábeis para evitar que os usuários permaneçam muito tempo em filas, aguardando atendimento. Ela disse ainda que se o aumento no número de atendentes for necessário, isso deve ser feito.

O Banco do Brasil foi procurado mas  não se manifestou.

Com informações O Globo