Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Reitores que se reuniram com o ministro da Educação, Abraham Weintraub, nesta semana afirmaram que o ministro sinalizou com a possibilidade de que o bloqueio bilionário no orçamento das universidades e institutos federais comece a ser revertido a partir de setembro.

A informação foi divulgada na tarde dessa quarta-feira (14) pela Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes).

O assunto foi repercutido pelos jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida, no Bate Papo Político do Jornal Alerta Geral (Expresso Fm 104.3 na Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior + Redes Sociais) desta sexta-feira (16).

Para Luzenor, a sinalização de um possível desbloqueio das verbas gera uma expectativa por parte dos reitores das instituições de ensino superior do Ceará. Segundo o jornalista:

Essas instituições estão com o orçamento apertado, com dificuldades e limitações para funcionar, manter em dia as atividades que cada uma exercer tanto no interior quanto em Fortaleza.

Confira mais detalhes com o correspondente, Welton Silva:

Beto afirma que a atuam situação é um reflexo do contingenciamento que o Ministério da Educação aplicou sobre as instituições de ensino superior, e que atingiu o funcionamento das universidade federais e instituições de ensino superior.

Segundo Beto, a expectativa é que o Governo suspenda o contingenciamento. O jornalista comenta que o Governo sempre rebateu a ideia de um corte de verbas, mais sim um contingenciamento.

 O contingenciamento é uma suspensão temporário dos recursos previsto no orçamento das instituições enquanto não se equilibram a receita, explica Beto.

Beto ressalta a importância de da produção cientifica para as universidades tendo como base o ensino, a pesquisa e a extensão. Para o jornalista, as instituições precisam de investimento para manter suas produções. “Isso se faz com dinheiro, se faz com bolsas, com financiamento de pesquisas”, afirma Beto.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp