Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Bate Papo Político traz como destaque na edição desta quinta-feira, 8, no Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 24 emissoras no Interior), a baixa representatividade feminina na política brasileira. Apenas 13 dos 81 senadores são mulheres e entre os 513 deputados federais, somente 54 são representantes do sexo feminino. As deputadas federais Gorete Pereira (PR) e Luizianne Lins (PT) são as únicas mulheres representantes de nosso Estado no Congresso Nacional, dentre os nossos 21 deputados federais.

Por falar no Ceará, na Assembleia Legislativa do Estado, apenas 7 mulheres estão no plantel de 46 parlamentares estaduais, nesta que é a legislatura com presença mais marcante das mulheres na história da Casa. Nos 184 municípios do Ceará, nas eleições de 2016, 25 mulheres venceram as disputas municipais pelas prefeituras. A cada novo pleito eleitoral, contudo, nem sempre os partidos conseguem preencher a cota de vagas destinadas às mulheres. Vale lembrar que, pela legislação, 30% das vagas dos partidos políticos devem ser preenchidas por representantes do sexo feminino.

O Bate Papo Político desta quinta-feira ainda debateu sobre o anúncio do ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, que disse que o Ceará será a sede do Centro Regional de Inteligência da Polícia Federal no Nordeste, como informou o correspondente do Jornal Alerta Geral, Diassis Lira. O motivo principal para o Estado ser a sede do Centro foi a localização geográfica estratégica.

A instalação do Centro em terras cearenses já havia sido defendida pelo governador Camilo Santana, em reunião com os outros oito governadores nordestinos, em Teresina, Piauí, nessa terça-feira, 6. O chefe do Executivo Estadual comemorou o anúncio de Jungmann, destacando a importância do Centro de Inteligência para o Ceará. Camilo ainda agradeceu ao senador Eunício Oliveira (MDB), presidente do Congresso Nacional, pelo apoio.

Vale lembrar que o Ceará vive uma crise na área da Segurança Pública devido, principalmente, a disputa pelo tráfico de drogas entre facções criminosas. Há 40 dias, o Estado teve repercussão, nacional e internacionalmente, pela “Chacina das Cajazeiras”, em Fortaleza, que deixou 14 mortos. 72 horas depois, mais dez assassinatos foram registrados na Cadeia Pública de Itapajé. Os dois crimes, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado (SSPDS), estão ligados a organizações criminosas.

A situação no Estado, de fato, ainda é preocupante e não um fato isolado. Segundo uma pesquisa divulgada nesta semana pela organização de sociedade mexicana Segurança, Justiça e Paz, Fortaleza é a segunda cidade mais violenta do Brasil e a sétima, com população superior a 300 mil habitantes, mais perigosa do mundo.

A capital cearense é destaque no relatório por sua taxa de homicídio ter subido 85% entre 2016 e 2017 – de 44,98 para 83,48. O levantamento aponta ainda que o Brasil é o país com o maior número de cidades entre as 50 áreas urbanas mais violentas do mundo, com 17 no total. Para se ter uma ideia, a Organização Mundial da Saúde (OMS) considera uma taxa acima de 10 homicídios por 100 mil habitantes como característica de violência epidêmica.

Outro notícia relevante, que esteve na pauta do Bate Papo Político de hoje, foi o apelo feito pelo presidente Michel Temer, nessa quarta-feira, aos prefeitos do Brasil. Temer pediu aos chefes dos Executivos municipais para darem mais atribuições as guardas municipais, que devem agora trabalhar de forma mais coordenada com os governos Federal e Estadual. A Segurança Pública também está em discussão na Câmara dos Vereadores de Russas. Os políticos do Município do Vale Jaguaribano querem a criação da Secretaria da Segurança Pública da cidade, como mostrou o correspondente Cid Ferreira.

A cidade de Euzébio, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), foi um dos municípios cearenses pioneiros na criação de uma Secretária de Segurança Pública Municipal. A criação da Pasta, durante a atual gestão do prefeito Acilon Gonçalves, ainda uniu esforços com a Guarda Municipal da cidade e com as ações de combate à violência do Governo do Estado na tentativa de diminuir a criminalidade local.

Gostou dos assuntos que foram debatidos no Bate Papo Político de hoje? Então clica no player abaixo e ouça as análises dos jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida na íntegra!

BATE PAPO 08.03.2018

O Bate Papo Político de hoje é dedicado a todas as mulheres que fazem e assistem o Jornal Alerta Geral

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp