Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A 13ª edição da Bienal Internacional do Livro do Ceará, que começou nessa sexta-feira (16), reúne músicos, escritores e poetas e diferentes artistas até o próximo dia 25, no Centro de Eventos. A feira vai contar com uma programação que inclui palestras, lançamentos de livros, bate-papos, apresentações culturais gratuitas, atividades infantis, nas áreas da ciências e da tecnologia.

Com o tema “A cidade e os livros”, a bienal pretende discutir a relação entre o espaço urbano e as múltiplas narrativas construídas nele. De acordo com a coordenadora-geral do evento, Goreth Albuquerque, a expectativa da organização é de atrair 450 mil pessoas durante os dez dias de evento e superar R$ 5 milhões na comercialização total de livros.

O secretário da Cultura do Ceará, Fabiano Piúba, destacou que a feira cearense está entre as três maiores do País e comparou a edição local com as do eixo Rio-São Paulo.

A nossa bienal é extremamente superior à bienal de São Paulo, que se concentra só na comercialização do livro e é precária em programação cultural e conceitual e, da mesma forma, é superior à do Rio, disse o secretário.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp