Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Banco do Nordeste pretende enxugar o quadro de funcionários com o desligamento de 300 pessoas. Para isso, o BNB apresentou a seus empregados, na segunda-feira, o novo Programa de Incentivo ao Desligamento, que prevê adesão voluntária dos interessados. Para viabilizar o PID, o Banco disponibilizará recursos da ordem de R$ 54,4 milhões.

De acordo com o programa, o piso e o teto indenizatórios são de R$ 50 mil e R$ 400 mil, respectivamente. Atualmente o quadro funcional do BNB é composto por 7.200 empregados.

Consideram-se elegíveis os empregados que ingressaram no Banco antes do ano 2000, que estavam com idade igual ou superior a 50 anos ao fim de 2016 e, também nesta data, estivessem aposentados pela Previdência Social ou em condições legais para requerer o benefício da aposentadoria.

Empregados do BNB podem manifestar o interesse entre os dias 5 e 14 de julho. A adesão deve ser efetivada até o dia 28 deste mês e o desligamento acontecerá entre o 16º e o 45º dia corrido, contados da data de adesão. Os impactos financeiros gerados pelo PID serão divulgados pelo Banco após o encerramento do período de adesão.