Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Agentes Comunitários de Saúde e Endemias de todo Brasil terão, a partir do ano que vem, um reajuste salarial anual. A PEC 22/2011 foi aprovada pela Comissão Especial da Câmara Federal dos Deputados e pelo texto aprovado, enquanto uma lei não regulamentar a emenda, os agentes comunitários de saúde e de combate a endemias terão piso salarial de R$ 1.600 para jornada de 40 horas semanais, com data-base em 1º de janeiro. A autoria do projeto é da deputada estadual cearense, Fernanda Pessoa (PR).

Fernanda vibrou com a vitória e lamentou o fato de nem todas as categorias conseguirem seus direitos facilmente. Além disso, ela parabenizou a Confederação Nacional dos Agentes (CONACS), pela mobilização em busca do benefício.

O piso salarial da categoria foi conquistado em 2014, mas um veto da então presidente Dilma Roussef, impediu a previsão de reajuste. A situação atual dos mais de 300 mil agentes comunitários de saúde e de combate a endemias, que estão presentes em todos os municípios brasileiros é de um piso nacional de R$ 1.014,00, congelado há mais de 3 anos.