Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Foto: Érika Fonseca/Câmara Municipal de Fortaleza

A Câmara Municipal de Fortaleza concluiu nesta quinta-feira, 28, a votação do Projeto de lei complementar 19/2022, de autoria do Executivo, que prevê a criação de 2 mil vagas na Rede Municipal de Ensino de Fortaleza para a realização de concurso público para professores. A matéria foi aprovada em redação final durante sessão extraordinária e agora será encaminhada para sanção do prefeito José Sarto (PDT).

Para o líder do governo, Gardel Rolim (PDT), a Câmara aprovou uma das mensagens mais importantes do ano. “É a reafirmação de todo o compromisso e investimento na educação que vem sendo feito pela gestão nos últimos anos. Então estou muito feliz de participar deste momento”, afirmou.

Os vereadores Júlio Brizzi (PDT), Professor Enilson (Cidadania) e Guilherme Sampaio (PT) destacaram a importância da aprovação da matéria e afirmaram que a iniciativa representa uma grande conquista para a educação, a comunidade escolar, os pais e alunos da rede municipal de ensino.

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, a realização do concurso público se faz necessária para suprir a carência de profissionais na rede municipal de ensino mediante o crescimento do número de matrículas e do número de equipamentos inaugurados e a inaugurar pela gestão do prefeito José Sarto (PDT).

A proposta prevê a criação de 944 cargos efetivos de Professor de Área Específica, e 1.056 cargos efetivos de Professor Pedagogo, totalizando 2.000 cargos. Os aprovados cumprirão uma jornada de trabalho de 200 horas mensais, exclusivamente no período diurno (manhã e tarde). Os cargos passam a integrar o Plano de Cargos, Carreiras e Salários do Município de Fortaleza para o Ambiente de Especialidade Educação, instituído pela Lei Ordinária nº 9.249, de 10 de julho de 2007.

(*) com informações da Câmara Municipal de Fortaleza

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp