Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
LIVE CAMILORESPONDE; © JOSE WAGNER/ GOV. DO CEARA

O governador Camilo Santana (PT) anunciou, nesta quinta-feira, a liberação de R$ 55 milhões para os 184 municípios ampliarem o atendimento aos pacientes com Covid-19. O volume de recursos, segundo Camilo, será repassado em parcela única e de acordo com o número de habitantes de cada cidade. O dinheiro será transferido de forma imediata para aquisição de insumos e medicamentos. Do total de verbas, R$ 16 milhões serão transferidos para a Prefeitura de Fortaleza.

“São recursos extras, que não estavam previstos, mas tomamos a decisão de apoiar, fora todos os investimentos que o Estado tem feito na ampliação de leitos”, disse o governador.

“Além de todos esses investimentos, como estamos fazendo agora mesmo abrindo enfermarias e UTIs para atender casos mais graves dessa pandemia, vamos repassar esses recursos para os 184 municípios. De forma per capita, no valor total de R$ 55.291.656,00, em parcela única, para que a gente possa apoiar os municípios no enfrentamento, principalmente na atenção básica, que é fundamental, porque quanto mais rápido o atendimento na unidade básica, mais rápida é a recuperação”, prosseguiu Camilo Santana.

Ampliação de leitos

Camilo anunciou, ainda, a ampliação do número de leitos destinados ao atendimento de pacientes com Covid-19 em todos os hospitais regionais da rede estadual de saúde. O gestor disse que, somente, no Hospital Leonardo da Vinci, em Fortaleza, são 242 leitos, transformando, assim, o hospital em referência na assistência aos pacientes infectados pela variante Ômicron.

O secretário estadual da Saúde, Marcos Gadelha, que também participou do anúncio feito ao vivo nas redes sociais, apontou que o Estado tem ampliado os leitos de terapia intensiva dedicados aos pacientes que se encontram em estado mais crítico da doença.

“Mas diante dessas síndromes clínicas, a gente precisa agir precocemente. Esse atendimento precoce acontece exatamente nessas unidades básicas de saúde, nas quais os municípios se queixam que estão sobrecarregadas e isso impacta na necessidade de maior quantidade de medicamentos e insumos”, observou Marcos Gadelha. Todos os leitos abertos durante a pandemia foram mantidos.

Testagem

O governador ressaltou ainda que a demanda por testes tem crescido rapidamente não apenas no Ceará, mas em todo o País. A Secretaria da Saúde do Estado tinha seis centros de testagem, ampliando posteriormente para 12 e, agora, para 20 centros, em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), o Serviço Social da Indústria (Sesi) e a Serviço Social do Comércio (Sesc). A ampliação da testagem, sobretudo de quem está sintomático, é uma das medidas necessárias para frear o avanço da doença.

O governador Camilo Santana reafirmou a importância da vacinação das crianças como medida de proteção contra à covid-19. Camilo, ao lado do Secretário de Saúde, Marcos Gadelha, disse, ainda, que, a partir desse momento, o Ceará passa a ter 20 centros de testagem contra à Covid-19.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp