Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O governador Camilo Santana, do PT, se reuniu, nessa segunda-feira, com a presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, TRE-CE, desembargadora Nailde Pinheiro, e com o vice-presidente, desembargador Haroldo de Oliveira, para tratar sobre a questão da segurança das eleições deste ano no Ceará.

Na reunião, a presidente do TRE-CE apresentou a Camilo os motivos que levaram à aprovação, na última quarta-feira, pelo Pleno do Tribunal, do pedido de forças federais para as Eleições 2018 nos municípios de Fortaleza, Caucaia, Juazeiro do Norte, Sobral e Maracanaú.

A desembargadora Nailde Pinheiro expôs que as discussões internas foram iniciadas em abril deste ano, quando o Tribunal Superior Eleitoral, TSE, questionou os TREs de todo o país sobre a necessidade ou não do emprego de forças federais no pleito de outubro.

O governador Camilo Santana ouviu a demanda do Tribunal Regional Eleitoral, e informou que, nos próximos dias, será realizada uma reunião entre os órgãos de segurança do Estado e o TRE para que seja apresentado o plano de segurança do Ceará para as Eleições 2018. A partir daí, será avaliada pelo governador a necessidade de uma cooperação entre os órgãos de segurança estadual e federal.