Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
A 12ª edição da Campanha Ceará sem Drogas foi encerrada na manhã desta sexta-feira no município de Horizonte e mobilizou jovens de escolas públicas e a comunidade. O  evento movimentou o Ginásio Poliesportivo Joaquim Domingos Neto, localizado no centro da cidade.A campanha é marcada pela presença do ex-jogador e comentarista esportivo Walter Casagrande que fez palestra sobre sua experiência como dependente químico.

Segundo ele, o maior perigo da droga está na falsa sensação de prazer que ela passa. “Ninguém se vicia em algo ruim. As pessoas se viciam numa coisa que dá prazer a elas. Mas você sente um êxtase falso com a droga. A droga mente, o efeito dela é mentiroso, aquilo não existe”, alertou.

ENCONTRO EM SOBRAL
cerca de mil e quinhentas pessoas participaram da campanha na cidade de Sobral, na tarde desta quinta-feira (30). O encontro foi realizado na Escola de Ensino Fundamental e Médio Professor Luís Felipe, no bairro Junco.

Na ocasião, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Zezinho Albuquerque (PDT), idealizador da iniciativa, destacou a importância dos encontros para alertar, sobretudo a juventude, para os problemas decorrentes do uso de droga e estimular os municípios a instalarem seus conselhos municipais de políticas sobre drogas.

O parlamentar ressaltou o trabalho desenvolvido pela Assembleia Legislativa no que diz respeito à prevenção da violência na juventude, citando  as várias ações propostas no relatório do Comitê Cearense pela Prevenção de Homicídios na Adolescência.

Zezinho Albuquerque comentou ainda sobre o projeto de lei complementar, aprovado por unanimidade na Casa, que criou o Fundo Estadual de Políticas sobre Álcool e Drogas. “O objetivo do fundo é facilitar a captação e repasse à população de recursos destinados à execução das atividades da Política Estadual sobre Drogas”, explicou.

Durante a palestra, o ex-jogador e comentarista esportivo Walter Casagrande comentou sobre a experiência dele como dependente químico. Segundo ele, o maior perigo da droga está na falsa sensação de prazer que ela passa. “Ninguém se vicia em algo ruim. As pessoas se viciam numa coisa que dá prazer a elas. Mas você sente um êxtase falso com a droga. A droga mente, o efeito dela é mentiroso, aquilo não existe”, alertou.

A campanha Ceará sem Drogas tem promovido contato direto com a juventude cearense desde 2014. Já foram realizados onze encontros nos municípios de Limoeiro do Norte, Sobral, Crato, Viçosa do Ceará, Campos Sales, Aquiraz, Nova Russas, Fortaleza (duas vezes), Acaraú e Crateús.

Também participaram do evento os deputados estaduais Sergio Aguiar (PDT) e Bruno Pedrosa (PP); o deputado federal Leônidas Cristino (PDT-CE); o presidente interino da Câmara Municipal de Sobral, vereador Carlos do Calixto; o secretário especial da Secretaria Especial de Politicas Publicas sobre Drogas, Marcelo Uchoa; o secretário da Saúde de Sobral, Gerardo Cristino; o presidente da OAB/Sobral, Rafael Ponte; o secretário de Cultura, Esporte, Lazer e Juventude de Sobral, Igor Bezerra; o secretário de Segurança de Sobral, Erlânio Matoso; e a vice-reitora da UVA de Sobral, Izabelle Mont’Alverne.

 

Fonte: Ascom Assembleia Legislativa