Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior vai ofertar em 2019 e 2020, 3.182 novas bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado. A nova oferta foi negociada junto ao Ministério da Economia. Ao todo, R$ 600 milhões serão destinados à manutenção das bolsas vigentes e à oferta das novas bolsas.

Essas oportunidades fazem parte do montante de 5.613 que não seriam renovadas, conforme anúncio feito pelo governo. No Ceará, 118 bolsas seriam congeladas, o que traria uma economia de mais de R$ 990 mil. Ao todo, 740 bolsas da Região Nordeste seriam afetadas.

Segundo o ministro da Educação, Abraham Weintraub, as novas bolsas serão todas ofertadas em programas com notas 5, 6 e 7, em uma escala que vai até 7 nas avaliações da Capes.

Desde janeiro, o Ministério da Educação e a Capes já fizeram três anúncios de cortes em bolsas de pós-graduação, mestrado e doutorado. Em todos, o bloqueio afetou as vagas não ocupadas, que seriam (ou já estavam sendo) oferecidas em novos editais.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp