Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O deputado Capitão Wagner (Pros) defendeu, na sessão plenária desta quinta-feira (13), os policiais envolvidos na operação do município de Milagres.

A operação policial aconteceu na última sexta-feira (07) e resultou na morte de 14 pessoas, entre elas seis reféns, durante uma tentativa de assalto a duas agências bancárias em Milagres, na região do Cariri.

O parlamentar disse que aguarda a conclusão das investigações para entender o que aconteceu de fato durante o confronto.

O que sabemos é que não estava a disposição dos policiais os equipamentos necessários para facilitar a visualização noturna e também não sabiam da existência de reféns. Se há algum culpado, não pode ser quem estava no enfrentamento”, avaliou.  

Capitão Wagner cobrou do governo melhores condições para que os policiais exerçam sua função e, ao mesmo tempo, parabenizou o governador Camilo Santana pelo acompanhamento psicológico oferecido aos policiais. Nenhum desses policiais teve acompanhamento psicólogo, dessa vez sim.

Esperamos que o governador faça força para dar melhores condições para os policiais e reitero aqui que meu posicionamento é em defesa deles”, salientou.

Em aparte, o deputado Evandro Leitão (PDT)  ressaltou que o governador imediatamente determinou a apuração dos fatos e não culpou ninguém, justamente para que os devidos responsáveis sejam punidos.

Não podemos nos precipitar ás investigações. Todos os policiais estão recebendo apoio psicológico e acredito na apuração do caso”, declarou.

A deputada Dra. Silvana (PR) afirmou que os grandes culpados por todas as vítimas são os bandidos.

Os policiais não tinham como enxergar reféns a noite e com chuva. Desejo que esse afastamento dos policiais seja para sua recuperação psicológica e investigação dos fatos”, colocou.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp