O deputado federal Capitão Wagner teve a sua candidatura a governador do Ceará pelo União Brasil nesta sexta-feira, 5. O parlamentar chegou ao local da convenção numa universidade da capital acompanhado de lideranças do Avante, Podemos, PTB, PROS e Republicanos, que declarou apoio ao agora candidato ontem. Depois, o PL, representado pelo prefeito Acilon Gonçalves chegou enquanto Wagner concedia entrevista coletiva à imprensa.

Capitão anunciou os nomes de Raimundo Gomes de Matos como vice em sua chapa e Kamila Cardoso como candidata ao Senado, numa composição Avante, PTB e Republicanos.

Confira a entrevista coletiva de Capitão Wagner na íntegra:

Sem querer entrar em confronto com Elmano de Freitas (PT) e Roberto Cláudio (PDT), Capitão Wagner aproveitou para dizer que o seu palanque terá vários candidatos a presidente, sendo Jair Bolsonaro (PL) um deles e que sua candidatura representa a “União pelo Ceará”, slogan da campanha eleitoral de Virgílio Távora, que venceu o governo do Ceará em 1962 numa composição ‘UDN PSD', derrotando na época o candidato da situação, Adahil Barreto. 60 anos depois, o lema volta a ser utilizado, desta vez, segundo Wagner, em um novo contexto.

Confira a transmissão da convenção na íntegra:

(*) Com informações do repórter Tobias Saldanha