Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Mais de 47 mil famílias com crianças na primeira infância e em situação de extrema pobreza terão o pagamento do Cartão Mais Infância, referente a maio, antecipado. O benefício tem como objetivo auxiliar as famílias cearenses mais vulneráveis neste momento de pandemia do coronavírus.

O valor de R$ 85 que seria depositado somente no mês seguinte já está disponível na conta dos beneficiários.

O Cartão Mais Infância é destinado para núcleos familiares cearenses com crianças de 0 a 5 anos e 11 meses que se enquadrem na situação de alta vulnerabilidade social: residentes de zona rural, em propriedades sem banheiro ou sanitário, de estrutura inapropriada, além de residências urbanas sem água canalizada em, pelo menos, um cômodo. Para conceder o benefício, a família deve está escrita no Cadastro Único Para Programas Sociais (CadÚnico).

As famílias cearenses em situação de extrema pobreza são contempladas com a transferência de renda mensal, no valor de R$ 85, do Governo do Ceará. A iniciativa, que contempla também o acompanhamento das equipes de saúde e da assistência social, sendo priorizadas nas políticas públicas do Estado, faz parte das ações do Programa Mais Infância Ceará e é executada pela Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS).

Investimento em 2020

Em março, no início da pandemia, o Estado antecipou o pagamento de abril para as famílias beneficiadas com o Cartão Mais Infância. No mesmo mês, foi realizado o investimento de valor superior a R$ 8 milhões, referente aos meses de janeiro e fevereiro, contemplando as famílias cadastradas no programa de transferência de renda. O investimento anual realizado pelo Estado é de R$ 50 milhões.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp