Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Ceará é o Estado nordestino com maior produção per capita de resíduos sólidos por dia, segundo balanço da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais com base no Panorama dos Resíduos Sólidos, de 2019.

O estudo marca os 10 anos da Política Nacional de Resíduos Sólidos e aponta que apenas nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Amazonas, os índices foram superiores aos do Ceará. Em uma década de criação da Política Nacional de Resíduos Sólidos, os gargalos ainda são inúmeros. Estima-se que, no País, 29 milhões de toneladas de resíduos são encaminhadas anualmente para unidades inadequadas que poluem o meio ambiente.

No Ceará, das 2,4 milhões de toneladas de lixo produzidas no ano, cerca de 1,3 milhão é descartada de forma irregular. Isso significa que, a cada dia, 5.345 toneladas de resíduos são despejadas em lixões ou aterros controlados – onde o solo não é impermeabilizado e não existe tratamento do chorume.