Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Ceará registrou, em 2019, um aumento de 5,2% no número de passageiros domésticos do transporte aéreo, de acordo com um levantamento feito pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR), com dados da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Ao todo, foram cerca de 3,6 milhões de passageiros transportados pela aviação comercial brasileira, o que representou um acréscimo de aproximadamente 180 mil passageiros comparado com 2018.

Mesmo em um ano difícil para a aviação como foi 2019, com perda de oferta após o fim das operações da AVIANCA Brasil e a alta do dólar impactando os custos do setor, foi possível registrar números positivos no Ceará, fato que deve ser celebrado e que comprova o constante aprimoramento da eficiência das companhias aéreas, diz o presidente da ABEAR, Eduardo Sanovicz, acrescentando que a oferta de assentos, reduzida após o término das operações da AVIANCA Brasil, já está praticamente reposta no país pelo setor, na comparação anual de 2019 com 2018.

40 novos voos semanais

Outra notícia impactou positivamente a aviação cearense: o acordo de redução da alíquota de ICMS sobre o combustível de aviação no estado de São Paulo, de 25% para 12%. Isso contribuiu para o aumento de voos no Ceará, que ganhou, entre julho e dezembro do ano passado, 40 novos voos semanais tendo como destino ou ponto de partida São Paulo. O compromisso entre as companhias aéreas e o governo paulista entrou em vigor em julho de 2019.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp